sábado, 10 de março de 2018


Cobiça









                                                                                                                           Por Gilberto lima


“Não cobiçarás a casa de teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem sua serva, nem o seu boi, nem seu jumento, nem coisa alguma que pertença a teu próximo”. Êxodo 20.17
 Uma pessoa rica sempre que perguntada, o que a faria mais feliz, certamente ela diria: “Apenas um pouco mais”

 Eu diria, que não somente os ricos dariam essa resposta, uma pergunta dessa feita a qualquer pessoa, que seja em diferentes épocas poderia dar a mesma resposta, o grande problema da humanidade é a falta de contentamento com as coisas, e tudo que parece, isso tem acontecido mais freqüentemente em nossa época, talvez pelo acesso ao mundo do capitalismo, o excesso de consumismo, torna as pessoas mais exigentes ainda, e nessa busca por objetos existem uma guerra na consciência e muitos sem ter condição de uma aquisição, acabam que cobiçando a propriedade dos outros. Em muitos casos essa ambição pelo poder também afeta os considerados de classe alta, ou seja, o desejo de ter igual ou mais que seu vizinho por exemplo.

 Na lei de Moises o versículo 17 do capitulo 20 de êxodo fala de coisas da época como não desejar o servo e a serva, nem o boi, nem o jumento, ou algo semelhante do próximo. Hoje poderíamos dizer para não cobiçar a mulher do próximo, nem a casa, nem a empresa, nem o carro, nem a família, nem o dinheiro, nem o conhecimento, nem o filho, nem a esposa, nem a faculdade, nem o emprego, nem o ministério, e por aí segue a lista.
 O nosso problema que muitas vezes deixamos transparecer nossa ambição, quando começamos demonstrar a inveja, as pessoas logo vêem, quando até mesmo há o desejo de ter um poder demonstrativo e se não conseguir o feito e seu oponente conseguir, é muito provável que o caminho de morte já se abriu, o mau desejo e o poder pelo mal nos faz adoecer. Esse tipo de pecado a lei julgava, mas existe o nosso desejo bem guardado em nossa mente, que nos faz pecar também, esse tipo de pecado, de desejo ou ambição que não colocamos para fora, Deus irá nos julgar, esse julgamento é de foro íntimo, somente Deus sabe.

 Em Genesis 3.6 diz que Eva vendo que a árvore era boa para se comer, agradável aos olhos e Árvore desejável para dar entendimento, tomou-lhe o fruto e comeu e também deu ao seu marido, e ele comeu. 

Veja que ela primeiro avistou a árvore, e viu que era boa sem ter ainda comido, e provou veneno mortal por onde entrou o pecado na humanidade. Nossa vida também é assim, os nossos olhos vêem e logo se agrada e deseja, já começa sentir o prazer. Mas enquanto estamos comendo o nosso paladar sente prazer, e somente depois quando caímos em si percebemos o qual grande estrago aconteceu em nossa vida, o paladar fica amargo e o veneno se espalha, quando não mata deixa cicatrizes que nos fazem lembrar-se da mordida que demos na fruta, há caso de homens e mulheres que vendo foram atraídos pelo seu oponente e o veneno simplesmente o matou de duas formas, morte espiritual, o distanciamento de Deus e morte física quando perde a família.

 Ambição significa; desejo de possuir bens materiais, ambição de querer mais que suas condições financeiras.
Desejo significa; vontade de ter ou obter algo.

 Como podemos vencer esse pecado? Com o contentamento, devemos está satisfeito entendendo a vontade de Deus. Paulo diz em Filipenses 4. 10-14 que ele soube viver contente em todas as situações, contente na fartura e na escassez, tanto sabe ser honrado como também humilhado, o apostolo Paulo reconhece que Deus dar, Deus tira, e então ele diz “tudo posso naquele que fortalece”, tudo está nas mãos de Deus, lancemos nossa ansiedade por terra e depositemos nossa confiança em nEle.

  Quem de nós pode acrescentar um côvado em nossa vida? Esses desejos do nosso coração em forma de cobiça só podem ser curados quando nós depositamos nossa confiança em Deus, esse equilíbrio só virá com a meditação do livro da lei, “bem aventurado o homem que.../ que seu prazer está na lei do Senhor (salmos 1.1-2)

 Os nossos desejos nem sempre são ruins, existem coisas boas que desejamos que nos dão prazer, vai depender da intenção do  desejo, no cristão deve existir um desejo quase que “incontrolável” de buscar a Deus, pela simples razão da bondade de dEle conosco, o nosso desejo tem que existir gratidão.

 Um crente que obedece às leis de Deus atrai muitas bênçãos sobre si, afinal quando um filho é bom o pai tem prazer em abençoá-lo. Então nosso contentamento deve estar em Deus e possamos dizer tudo posso naquele que me fortalece.

domingo, 31 de dezembro de 2017

                                 Reflexão política para 2018


Por Gilberto F. Lima
Começa mais um ano, pode ser um ano de mudanças, momento de refletir sobre o que aconteceu nesses últimos anos na política brasileira. Que o povo tem culpa de estar sofrendo não é novidade, porque a corrupção começa por baixo e na maioria das vezes por troca de favores, político que oferece coisas para se eleger, será o mesmo que irá negociar com empresas, partidos por propinas e depois não julgará outro político (seu colega de trabalho) porque tem rabo preso.
Passamos esses últimos anos enjoados da mídia mostrar desvio de dinheiro, propinas, empreiteiras, lava jato disso, daquilo, a justiça prendendo e o STF totalmente corrompido soltando criminosos e bandidos. O que esperar de um STF apontado por políticos? Somente os desavisados acreditaria que eles fossem punir o que os indicaram. Claro que isso não vai acontecer, não fosse só isso, esposas e parentes dos magistrados envolvidos diretamente nos esquemas.
Triste situação!
Os três poderes de Brasília, não é novidade pra ninguém que estão corrompidos.
O que fazer? O país mergulhado em crise, políticos com altos salários e não fosse isso, com muitas regalias, que se bobear ultrapassa até mesmo o salário que recebem. Vendo o povo mergulhado no desemprego, e pensando na economia, tem coragem de abaixar o salário do trabalhador, e porque não abaixam e tiram as suas regalias? É certo que a economia melhoraria. Não são de esquerda e comunistas? Porque essa diferença toda no salário? Hipócritas! O povo já não aguenta.
Porque? Sugadores da nação, não abaixa os impostos? Há! Mídia mentirosa! Porque não diz a verdade sobre Tramp, que ele abaixou os impostos e teve arrecadação recorde? Porque não dizem que a economia dos EUA cresceu assustadoramente? Claro a mídia não diz, porque ela come dessa lama podre, que tem na política, ela não diz porque o salário de um jornalista, é muitas vezes maior do que o de um brasileiro que ganha um salário.
Há! Políticos hipócritas, covardes e desumanos, vocês irão pagar tim tim, por tim tim, de cada morte com o dinheiro roubado na saúde e na segurança.
Também pagarão por cada brasileiro que vivem abaixo da linha da pobreza e que não tem direito a educação, e que por isso são marginalizados ficando a mercê, e muitos procurando o caminho do mal.
Políticos hipócritas, que fazem que nem os comunistas comprando o voto do povo com bolsas disso, e daquilo, forçando um aumento de impostos para empresas sustentarem malandros, que querem viver a custas do estado sem trabalhar, continue não investindo em empresas para gerarem empregos pra ver onde vão parar?!
Há! Brasileiros sem noção, que deixa uma família que perdeu o provedor e dar salário para o preso e pra família que tiraram a vida de um inocente? Vocês irão pagar tim tim por tim tim, por tamanha impiedade, há políticos que entram na política e pensam só no seu bel prazer.
2018 é hora de sair do berço esplêndido e tentar mudanças, ou viraremos uma Venezuela mendigando pão na mão de ditadores, estamos caminhando a passos largos para o comunismo, com a esquerda no poder desde o final da década de 1980.
Vamos mudar a política no Brasil não votando em corruptos e se tem algum candidato ficha limpa vote nele, caso contrario vote em políticos novos e se eles errarem não o eleja mais, até que acertemos.
O Brasil tem jeito, o Brasil é rico e pode produzir muitos empregos, o Brasil tem recursos, é só não dar de graça para outros países, o Brasil tem jeito é só o povo aprender a votar.
O Brasil é bom, nossa gente é boa!
Futebol é bom, copa é boa, mais não gera emprego, o dia que o Brasileiro se preocupar em ser melhor não no samba, não no futebol, não nas mulheres nuas e sim na economia, teremos um pais mais justo e igualitário!
Feliz 2018 começando com mudanças!

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

             A reforma


Por Gilberto F. Lima


Na cidade de Eisleben na Alemanha nascia Martinho Lutero no dia 10 de novembro de 1483, seu pai era de origem camponesa livre e emigrou de muito longe para essa cidade. O grande sonho de seu pai era que ele fosse advogado, mais o futuro reformador seguiu outros caminhos, em 1502 recebeu o grau de bacharel em artes e em 1505 o de mestre em artes.


Criado com todo rigor da época, sua mãe uma vez o bateu até sangrar por ter roubado uma noz, criado sobre forte superstição dos camponeses, alguns desses fantasmas o perseguiu na grande luta por sua salvação da alma, sua força de vontade e seu conservadorismo o acompanharam no desde cedo.


Lutero ficou apavorado durante uma perigosa tempestade numa estrada perto Erfut e prometeu a Santa Ana tornar se monge caso sua vida fosse poupada, era Deus preparando uma mudança na vida de Lutero e também (porque não?) no percurso da humanidade, mais tarde entrou no mosteiro de ordem agostiniana em Erfut, em seus estudos baseados em Agostinho teve contato com a teologia, em sua luta interior esses estudos só o fizeram aguçar mais seu conhecimento, ele encontrou auxilio nos conselhos do piedoso Johann Von Staupitz (1469-1524) que o aconselhou a confiar em Deus e estudar a bíblia.


Em 1511 foi transferido para Wittenberg, tornou se professor de bíblia onde recebeu o titulo de doutor em teologia. Por essa época no castelo onde celebrava missas, descobriu a justificação pela fé. Foi nessa universidade que ele e um grupo de professores e alunos amigos aceitaram a fé que mais tarde se espalharia por toda Alemanha. Lutero começou a ensinar os livros da bíblia no vernáculo e para fazê-lo melhor, começou a estudar as línguas originais da bíblia, logo descobriu que a verdadeira autoridade emanava da escritura. Estudando principalmente as cartas de Hebreus, Gálatas e Romanos descobriu que somente pela fé era possível se tornar justo diante de Deus. A partir daí somente as escrituras (sola fidelidade) era autoridade para o pecador procurar salvação.


Martinho Lutero passou a conhecer o seu mundo, o conhecimento o libertou, o ascetismo instaurado nos mosteiros rompiam os muros dos conventos e arruinava as pessoas que não tinham contato com as escrituras, com o catolicismo todo corrompido e agora o monge agostiniano tendo acesso à língua original da bíblia fica cada vez mais difícil do clérigo católico convence-lo nas escrituras, havia penitencia, havia culto a Maria, Havia culto aos santos, havia misticismo, havia sincretismo, havia objetos e objetos de culto que não emanava da bíblia. Para piorar a situação aparece Johann Tetzel vendendo indulgencias logo onde o monge agostiniano era vigário de 11 igrejas, o escândalo, a repugna foi tanto que fez o monge afixar as 95 teses no castelo de Wittenberg.


A basílica de São Pedro estava sendo construída e o papa leão X começou a extorquir os mais leigos e até mesmo parte do clérigo, vendia se de tudo, até propriedade no céu, havia perdão de pecado pelo resto da vida, os pecados cometidos eram pagos aos sacerdotes do mais leve ao mais grave. Fazendo isso uma pergunta soava quem foi sacrificado pelos pecados? Quem tem o poder de perdoar a não ser Deus?


Lutero não quis sair do catolicismo, queria tirar os corruptos, queria reformar a igreja, depois que Lutero foi intimado a se retratar na dieta Augsburgo  comparecendo perante as autoridades para se retratar ele disse: “eu me retrato a menos que me prove na bíblia”. Quando procuraram mata-lo, o eleitor da saxônia, Frederico, o sequestrou para o castelo Wartburg e ali traduziu o novo testamento para o alemão e mais tarde toda a bíblia. Lutero dizia que agora uma pessoa do campo, do lar podia ler a bíblia, enquanto muitos no mosteiro só comiam e bebiam.


A reforma não só mudou o rumo da religião, mais também da Europa, e resto do mundo. Depois disso o cristianismo católico teve uma leve mudança mais não o suficiente, continuou nas praticas a qual o cristianismo foi submetido desde a época de Constantino. Mais tarde Melanchton sistematizou a reforma e Calvino aprofundou, mais os erros que a igreja católica cometeu na época medieval continua, sendo cometido por aqueles que dizem seguidores da reforma, vende-se de tudo, cura, milagres, os fieis mesmo com a bíblia nas mãos tem comprado tijolinhos, chave da vitória, tem pagado penitencia, tem colocado mediador entre Deus, como copo de água, lenço, tem adorado objetos como, casas, carros, adorado o culto ao eu, adorado o culto ao corpo, de que adiantou a reforma? Só não adora imagens, mais o resto tem adorado, tem pagado os artistas para cantar em igreja e eventos, tem pagado os falsos profetas para dizerem aquilo que querem ouvir, como que sentido coceira nos ouvidos tem amontoado mestres segundo a sua própria cobiça.


No Brasil o cristianismo protestante precisa continuar se reformando, o cristianismo católico precisa se reformar, a escritura nunca deixou de ser autoridade e nem vai deixar, nós vamos ser julgado por ela, ali está o princípio de Deus para nossa família e para vivermos um cristianismo sem mácula, sem máscara, vivendo na verdade absoluta da palavra.


Estamos sendo atacados dia e noite pelo adversário, a religião e a família estão em perigo, protestantes e católicos unidos contra a imoralidade, pois estamos vivendo dias derradeiros sobre a terra. Perseverando e avançando rumo ao alvo, Cristo!




Cristianismo através dos séculos Earle E. Cairns Pg 258 a 263 editora vida nova

sábado, 14 de outubro de 2017

             Quando o vizinho sabe demais
         


Gilberto F. Lima


Em uma casa havia uma família muito feliz, sem brigas aparentemente uma família perfeita, Os vizinhos a viam como um lar em que todos se espelhavam.
Os filhos sempre tinham que comer, eram apenas crianças e não sabiam de onde vinham o alimento, afinal, o importante é ter a comida.

Os pais eram bem vistos pelos filhos, afinal, eles tinham condições e que muitas vezes os vizinhos não tinham. A fisionomia dos pais era a melhor possível.

 Mais com o tempo as crianças começam a crescer e o tempo se encarrega de mostrar todos os segredos, até aqueles mais obscuros, afinal, o tempo é o tempo que dar tempo!
Um dos segredos mais sérios é que o filho já depois de grande descobre através dos vizinhos, que ele é na verdade filho adotivo e por traz daquela família aparentemente feliz trazia segredos que comprometeria o relacionamento.

Os outros filhos parecem não se importar com a boa condição, nunca perguntaram de onde vinha toda assistência. Os segredos pouco a pouco estão com os dias contados, por mais que blindada seja a família sempre aparece alguma ruptura e os vizinhos logo veem.  

A verdade e a honestidade caminham juntas, são coerentes, há coesão, qualquer desvio moral logo é percebido, e muitas vezes pelos vizinhos. Seria melhor que tudo se resolvesse em família esclarecendo a verdade. Defeitos mesmo que sejam aparentes devem ser tratados e muitas vezes os vizinhos ajudam.


Moral da historia a casa é o Brasil, a família é o governo, os filhos são o povo e os vizinhos são a internet.


A casa vive em constante desorganização, um declínio moral, uma democracia entre “aspas” que vai levando à família a libertinagem. Não há moral e nem autoridade sobre os que a governam.

A família não diz a verdade, esconde segredos, não se importa com os filhos, afinal mentem o tempo todo, dão lhes assistências e parece que está tudo bem. O Brasil através dos governos de esquerda engana e enganou seus filhos dando lhes o assistencialismo e os filhos são rebeldes e nunca perguntaram de onde veio à condição boa que o estado lhes dar. Pra que perguntar? Suas consciências não doem e nem lhes acusam dia e noite, estão dormindo em berços esplêndidos, afinal preferem dormir porque se acordarem a verdade virá à tona. Arrecadar e ajudar o necessitado não há problema, o problema é a fiscalização que não dá conta da corrupção que há nesses programas de assistência. Pessoas com auto poder de aquisição também comem da fatia. Não há fiscalização que aguente, nesse caso a maior vigilância seria a própria consciência do individuo. O assistencialismo é um artefato usado como moeda de troca e na maioria das vezes é feito pelo movimento esquerdista e também por aqueles que não entendem de politica. Desde que o Brasil passou a ser um país democrático o socialismo passou a ser o governo, a esquerda se infiltrou, e para arcar com o assistencialismo alguém irá pagar essa conta, e bem caro, afinal quem vive de assistencialismo não arrecada dinheiro do nada, neste caso uma minoria trabalha para a maioria que dependem do estado. Então há um aumento da inflação e neste caso o socialismo depende do capitalismo.

A família (governo) esconde a verdade, neste caso o filho adotivo cresceu e os vizinhos (internet) tem mostrado que a “linda e perfeita” família escondeu algo nesses anos todos e quando isso acontece, os filhos são desinformados da verdade, a esquerda através da mídia tendenciosa tem pregado uma inverdade nesses anos todos, e o pior nós acreditamos porque a mídia cauterizou as mentes dos professores e de grande parte de pessoas intelectuais desse país. Enquanto o exercito livrou o Brasil de um grande golpe, a mídia disse que foi golpe do exercito, quando na verdade o exercito não tomou nada a força foi o próprio congresso que a pedido do povo deu poder ao exército para que o comunismo não entrasse no Brasil, a partir daí o exercito agiu com rigor, pois, estava lhe dando com gente com alta técnica de guerrilha, dentre eles muitos políticos de esquerda que assumiram mais tarde o poder quando o exercito saiu, desde de então colhemos corrupção a todo instante. Democracia é um país livre de opressão e não a liberdade de cometer crimes.

O papel de uma família feliz depende de como os pais as conduzem, como as governam, neste caso os nossos governos nos conduziram muito mal, faltaram com a verdade e o que é pior a mídia ajudou a construir um grande monstro, a mentira. Agora a mídia através de canais esquerdistas vem tentando desconstruir as famílias, com novelas e programas imorais.

A internet como o vizinho da família tem mostrado o grande mostro da mentira que a esquerda causou nesses anos, isso tem incomodado a ponto de quererem a sua censura. Os filhos (povo) cresceram e através dos vizinhos passaram a ter conhecimento dos fatos. Os vizinhos que muitas vezes ajudam, também mostram até os mais obscuros segredos.

Todo relacionamento deve ser harmonioso, mais com o vizinho tenha cuidado! Ele pode desvendar segredos e a internet está acordando o Brasil, quem sabe para viver uma nova era de conhecimento. O museu de artes modernas que o diga! O filho está crescendo e já sabe o candidato que votará, mesmo a grande mídia escondendo, os vizinhos vão dizendo a verdade.


segunda-feira, 2 de outubro de 2017

 A arte sem democracia



                    
Por Gilberto Lima

A família brasileira tem sido atacada de diversas maneiras, mais nesses dias o golpe foi frontal, um atentado ao pudor, por aqueles que são considerados de esquerda e a maioria infiltrada nas mídias, principalmente em telejornais e telenovelas.
O Brasil é um país chamado de democrático, mais até onde vai à liberdade de expressar? Existe uma constituição e deve ser seguida, um estado democrático não fere princípios morais, se não teríamos um país totalmente na libertinagem, sem regras, sem direito de justiça.


A exposição do Santander no queermuseu claramente atacou a família e a religião com o dinheiro público da lei Rouanet, os que chamam os cristãos de intolerantes estão com fogo nos olhos e ardem em ódio contra tudo que se diz respeito a Deus, uma baixaria demoníaca e descarada para acabar com a família tradicional com o padrão que Deus criou o mundo.


Se zoofilia, pedofilia e intolerância não for crime, o que mais será? Chegaremos a uma época que sair matando as pessoas não será mais crime, os tribunais não mais julgarão, pois a imoralidade passou ser moral. Não há duvidas que estamos nos dias derradeiros, onde vemos a terra gemer de dor por causa do pecado, e sinais aparentes que o fim está próximo, mais o sinal que mais evidencia a vinda de nosso Senhor é quando o próprio Deus entrega os homens  a impureza sexual, segundo os desejos pecaminosos dos seus corações, para a degradação dos seus corpos entre si. (Romanos 1.24 NVI)


Quem julgará as causas dos justos? Se até mesmo os juízes estão corrompidos, mais Deus julgará as nações e o tribunal de Cristo punirá os que professam a fé e aceitam esse lixo, quantos cristãos tem assistido novelas globais que escancaradamente querem acabar com a família, descaracterizando o matrimonio que Deus criou. Isso não é normal e quando menos se esperar o Senhor aparecerá nas nuvens para levar aqueles que não se contaminaram com o sistema do maligno.


O ataque a tudo que diz respeito de Deus não está mais invisível como antes, esse ataque é real e precisamos ficar atentos. O Santander vendo a repercussão negativa tirou a amostra cultural antes do tempo, e para espanto de muitos o MPF do RS pediu a reabertura do Santander cultural.


Os ataques ainda continuaram só que agora em São Paulo no MAM (museu de artes moderna de São Paulo) na ultima terça feira (19/09), um atentado ao estatuto do adolescente e da criança. De tanto bater nessa tecla alguns já estão achando normal e nem protestam. Isso traz um escândalo muito grande as nossas mentes e, é pra trazer mesmo. Muito me assusta que muitos se escandalizaram com essas amostras (foi bem pior do que tudo que vimos de imoralidade), infelizmente essa amostra cultural já tem entrado nos lares das famílias cristãs faz tempo e a igreja tem se calado, quantas cenas existem nessas novelas globais fazendo apologia a imoralidade? Quantos filhos tem se prostrado diante de um monitor? Sem que os pais falem alguma coisa? Claro! Como irão falar se também assistem! E a novela vai atingindo picos de audiência extraordinários em um país protestante e católico.


Em uma época onde o pecado tem sido relativizado dentro da igreja, é pra assustar mesmo! Pense sobre o cristianismo, pesquise pra saber quem anda por traz de tamanha imoralidade.


Essas amostras culturais não tem nada de arte, a arte respeita e não banaliza, não faz apologia a crimes. Eles queriam mostrar tudo porque o Brasil é democrático. Mais feriram a democracia da maioria dos brasileiros que não quiseram essas amostras culturais propagando a imoralidade!


Deus levante mais líderes no Brasil para lutar contra esse sistema!



  

terça-feira, 27 de junho de 2017



Um servo humilde




Por Gilberto Lima




Nascido de uma família simples e em um lugar pequeno, apareceu no deserto e no deserto multidões o seguiam.


A promessa estava sobre ele, Isaias profetizou a seu respeito; “eu sou a voz que clama no deserto: endireitai o caminho do Senhor”. (Isaias 40.3)
O chamado era de Deus, a promessa era de Deus. E quando o chamado e a promessa são de Deus, mesmo que clame no deserto multidões o ouvirão. Quando o chamado e a promessa são de Deus, a unção estará sobre o enviado, o enviado glorifica quem o enviou, o enviado não se preocupa com a multidão, o enviado tem a unção, quem tem a unção sua voz ultrapassa deserto, sua voz é ouvida nos confins da terra.


Há uma diferença grande entre João Batista e os ministros contemporâneos. Enquanto, os fariseus e levitas enviaram pessoas a perguntarem quem era a voz que clamava no deserto, João Batista não se preocupava com títulos. És tu o Cristo? Não! És tu, pois, Elias? Não! És tu, pois, um profeta? Não!


Mas, nós precisamos de uma resposta para os que nos enviaram! Diga a eles que eu sou a voz do que clama no deserto: endireitai o caminho do Senhor. Como disse o profeta Isaías. O chamado de Deus em uma pessoa não preocupa em colocar títulos antes do nome, o chamado de Deus é visto através de quem ele é, e o que ele é, é o testemunho, e o testemunho clama no deserto e sua voz é ouvida em todos os cantos.
João Batista disse que não era profeta, ele não se preocupava com títulos, não se preocupava em ser o menor, veio preparar o caminho do mestre, nós precisamos ser servos, ministros são servos e não senhores.


João Batista nunca se preocupou em por o titulo de “profeta João Batista”, mas Jesus deu testemunho dele; O que foste ver no deserto? Uma cana agitada pelo vento? Sim, o que foste ver? Um homem ricamente vestido? Os que se trajam ricamente estão nas casas dos reis. Mas, então o que foste ver? Um profeta? Sim, vos digo e muito mais que um profeta. Porque é este de quem está escrito: eis que diante da tua face envio meu anjo, que preparará diante de ti o teu caminho. (Mateus 11.7-12)


O ministro não deve preocupar com o que dizem, não são as pessoas que vão determinar quem somos, Deus dirá quem somos, ele dará testemunho nosso diante dos anjos, ele dará testemunho nosso diante das pessoas, porque chamado e promessa são dados por Deus, a unção não depende de nós ou quem quer que seja, mas de Deus.
Jesus ainda dar testemunho de João Batista quando diz: dos nascidos de mulher ninguém é maior do que João Batista. Mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele. (Mateus 11.11)


João Batista foi a voz no deserto depois de um período de silêncio, preparou o caminho do Senhor.

Mas no reino dos céus, há aqueles que não nasceram da vontade da carne e nem da vontade do sangue, mas da vontade de Deus. (João 1.13)

Filhos por adoção através do sacrifício de Cristo, exatamente por isso os filhos do reino são os filhos de Deus.

Exaltado seja o nome de Jesus. Amém!



quinta-feira, 22 de junho de 2017

Sofrimento e redenção





           

Por Gilberto Lima


A bíblia declara que o próprio espirito testifica com nosso espirito que somos filhos de Deus. (Ro 8. 16)
Há uma esperança maravilhosa para os filhos de Deus, há uma promessa inenarrável que somos herdeiros de Deus e ainda co-herdeiros juntamente com Cristo.
Hoje vivemos e somos simples mortais lutando sempre pela vida, orando sempre pela nossa família, amigos e irmãos, para que tenhamos uma vida de paz, de alegria plena aqui na terra, podendo se deliciar com tudo que o Senhor nos deu, mas a bíblia também diz que estejamos preparados para o dia mau. (Ef 6.13)


Muitas  coisas boas podemos desfrutar nessa vida e muitas vezes até embriagarmos com os manjares dessa terra, mesmo que o homem aproveite o máximo, mas vai chegar o dia que tudo isso será apagado de nossa memoria pois, não somos eternos.
Há também aqueles que desde o dia do seu nascimento vivem em tormentas nessa vida, procurando por alivio para as dores e em alguns casos esse alivio é encontrado e outros não.


Quando a palavra de Deus diz que o dia mau chegará, esse dia chegará inevitavelmente. Mas se chegar, como suportar?
Deus sempre guia seus filhos no sofrimento antes de alcançar a glória, a glória que deve ser dada somente a Deus, o sofrimento causado no homem também é para a glória de Deus. Nisso também o homem é provado, o Senhor nunca nos abandona, embora em muitos momentos isso pareça acontecer.
O sofrimento de Jesus na cruz é a maior prova, embora o pai o tenha abandonado por causa do nosso pecado, nossa culpa estava sobre ele, sobre seus ombros, ele suportou até a morte de cruz e o seu pai o ressuscitou dentre os mortos para que o nome do pai e do filho fosse glorificado e, nisso nós também fomos glorificados juntamente porque herdamos a salvação.


Há muitos meios através do sofrimento dos filhos que são aprovados e muitos são guiados por Deus no sofrimento para que outras pessoas sejam guiadas também até a Deus. Deus trabalha de muitas formas e muitas vezes nós não percebemos, e uma das formas é o aperfeiçoamento do nosso caráter, para que sejamos melhores em tudo nessa vida.


Um reino quando estiver em paz com os outros reinos deve-se preparar para o dia mau, deve aproveitar a paz, para construir muralhas, torres, as sentinelas devem estar atentas aos inimigos, quando o reino não está preparado ele é atacado e grande é sua ruína. Nossa vida também é assim temos que ser prevenidos sempre esperando o dia mau, mesmo quando estiver tudo bem.


Assim são os filhos de Deus, devem estar quando em paz, devem passar segurança para os demais, mas quando somos atacados precisamos lutar sem desanimar, mesmo se o nosso inimigo for forte, temos que lutar e vence-lo. A glória da vitória contagia pessoas, contagia filhos e prepara o homem para as adversidades.


Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós” (Ro 8.18)


Mais há uma expectativa ardente onde a criação aguarda a revelação dos filhos de Deus.


Os filhos de Deus no sofrimento do mundo, no cativeiro da corrupção esperam pela redenção, pela promessa que vamos herdar as bênçãos celestiais.
Nós gememos com dores em nosso íntimo, aguardando a redenção do nosso corpo corruptível.


Porque, na esperança, fomos salvos. Ora, esperança que se vê não é esperança; pois o que alguém vê, como espera?
Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o aguardamos. (Ro.8.24,25)